Ganhadores de 2018

Categoria de Casos de Segurança do Trabalho

1º Lugar - JOEL FIDELES (TELEMONT - MG)

Este caso de sucesso refere-se à mitigação do risco de queda e tombamento da escada em desnível.

 

Os problemas identificados foram: alto índice de acidentes com queda de altura, causados pelo desnível do piso; insegurança durante a execução da atividade em escada extensível; redução da produção, pois o empregado precisa “procurar” um calço para apoio da escada no piso; e perda financeira com o empregado afastado.

 

Ao ser colocada em poste em terreno desnivelado, a escada ficava com um dos pés sem apoio, necessitando de um calço para compensar o desnível.

 

Para minimizar esse risco, foi desenvolvido um acessório, que é acoplado à escada e alonga o lado desnivelado dela, sem alterar sua estrutura, a fim de nivelá-la em terrenos irregulares.

2º Lugar - GUILHERME DOMINGUES (ENGELMIG ES)

 

Considerando o alto risco das atividades da Engelmig, bem como a especificidade de seus riscos críticos e o fator humano preponderante em suas atividades, a empresa implantou o Programa de Gestão de Riscos Críticos (PGRC).

 

Tal programa tem como objetivo externar o envolvimento da alta direção da Engelmig em relação à mitigação dos riscos críticos de suas atividades. O intuito é complementar a otimização dos recursos humanos e materiais do Departamento de Qualidade, Saúde, Meio Ambiente e Segurança (QSMS), a fim de  implantar uma cultura de segurança percebida por todos na empresa e também pelas partes interessadas eliminar a ocorrência de acidentes/incidentes com origem em riscos críticos e reduzir os dois principais indicadores de acidentes: taxa de frequência de acidentados com afastamento e, principalmente, taxa de gravidade.

 

Inicialmente, buscou-se a definição dos riscos críticos da Engelmig, utilizando os princípios de gerenciamento de riscos apresentados pelo Sistema de Gestão do Trabalho Seguro da FUNCOGE, baseado nos trabalhos da Utility Risk Management (URM). De acordo com esses princípios, as fontes de energia potencialmente perigosas para operações similares às operações da Engelmig são: energia elétrica, energia gravitacional e energia cinética.


É imprescindível que todos se conscientizem de que a manutenção dos programas implementados, aliados aos processos de fiscalização e às regras de compliance da Engelmig, é muito importante. Percebe-se que o Programa de Gestão de Riscos Críticos tornou-se uma ferramenta eficaz na redução e manutenção dos controles de segurança, preservando, assim, o nosso bem mais precioso: a vida de nossos colaboradores.

3º Lugar -SAMUEL FRANCISCO DA SILVA (MEDRAL SP)

 

Visando à segurança dos colaboradores, foram implantados degraus removíveis nos caminhões, eliminando o risco de quedas e torções.

Ganhadores de 2018

Conheça os ganhadores da categoria de Ações de Prevenção e Proteção da População

1º Lugar - ALOISIO BAPTISTA (ENEL)

Este caso de sucesso refere-se à mitigação dos riscos de cabos partidos e energizados no solo, em virtude da alta impedância do solo e do risco de contato acidental, em obra, pipa, balão, entre outros.

A fim de minimizar esses riscos, foram realizadas obras para equilíbrio da rede que possibilitaram a redução da sensibilidade das proteções. Além disso, também foi, realizado o recondutoramento de alguns condutores que se partem com mais facilidade.

Em um laboratório italiano,um estudo foi realizado para buscar uma solução para solos com alta resistividade. Começou-se com um piloto, instalando um firmware nas redes utilizadas a fim de identificar essas falhas.

Todas essa soluções foram técnicas. O resultado foi uma grande redução de acidentes desse tipo de 2017 para 2018.

Em relação ao risco de contato acidental, foi desenvolvida uma campanha com o bombeiro Rafa. O trabalho de conscientização envolveu a exibição de vídeos e visitas a escola

2º Lugar - MARCELO ALVES BEZERRA (ELETROPAULO)

Os esforços de segurança focam antecipar o risco com ações preventivas que proporcione melhores condições de segurança para nossos colaboradores e para os mais de 20 milhões de pessoas em 24 municípios que desfrutam do bem-estar proporcionado pela energia elétrica.

Em 2017, registrou-se um número de acidentes fatais 15% superior ao de 2016. Esse aumento de fatalidades se deu pelo avanço das atividades informais de construção civil, realizadas próximas à rede de energia elétrica, principalmente nas comunidades de baixa renda. A Eletropaulo vem mantendo o investimento o planejado em suas campanhas de segurança direcionadas à população. Na avaliação de todos os níveis de acidentes registrados, direcionadas à percebido um acréscimo de 5% no período em referência. Contudo, foi possível verificar uma redução significativa, de 33%, nas fatalidades ocorridas.

concessão, a Eletropaulo realizou campanhas diversas para disseminar informações sobre os riscos do contato indevido com a rede elétrica. Dentre as iniciativas, destacamos: blitz de segurança, palestras de conscientização sobre os perigos e riscos do contato com a rede elétrica; campeonato de pipas (revoada educativa com segurança); blitz comercial; concurso nacional de redação e desenho; campanha de mídia de massa; mídia espontânea; Facebook; Eletropaulo nas escolas; e entrega de mensagem de segurança (on site notification).

Para esse trabalho, a Eletropaulo, conta com uma equipe muito engajada, com um técnico de segurança do trabalho dedicado a realizar os agendamentos com os clientes e, após os agendamentos, ministrar as palestras. Temos mais 29 outros técnicos, que, no momento em que estão em campo realizando os acompanhamentos das equipes operacionais, aproveitam para fazer visitas aos comércios para conscientizar o maior número de pessoas possível. Contamos, também, com os voluntários, que são chamados de conferencistas. Estes conferencistas são pessoas (eletricistas, técnicos do sistema elétrico e administrativo) treinadas para realizar palestras para a população e promover a conscientização do comércios. Não se pode esquecer, ainda, das parcerias com escolas, empresas e contratadas, entre outras, que ajudam a engrandecer ainda mais esse trabalho. O objetivo da equipe é conscientizar as pessoas, para acabar com esses acidentes.

​3º Lugar - DEMÉTRIO VENICIO (CEMIG)

O projeto envolve a conscientização do maior número possível de pessoas, através de palestras, entrevistas e reportagens em rádio, TV e jornais, e mídias sociais, durante todo o ano, de acordo com períodos temáticos tais como:

  • Construção Civil: conscientização dos operários durante o ano todo, com linguagem acessível;

  • Natal: instalação de enfeites natalinos;

  • Réveillon: soltura de fogos de artifício longe das redes elétricas;

  • Carnaval: folia com segurança, sem choque nos trios elétricos e palcos;

  • Semana Santa: palanques, veículos de som, imagens sacras em procissões, queima do "Judas";

  • Festas Juninas: enfeites, fogueiras, fogos de artifício;

  • Copa do Mundo: enfeites e fogos de artifício;

  • Pipas e papagaios: brincadeira que deve ser feita longe da rede elétrica e sem linha cortante;

  • Queimadas: período seco, propício a incêndios florestais;

  • Chuvas e tempestades: como se proteger de descargas atmosféricas e alagamentos;

  • Fios partidos: campanha feita o ano todo, com linguagem acessível a todas as classes sociais;

  • Colisões com postes: como proceder se o fio da rede elétrica cair sobre o veículo;

  • Utilização da eletricidade no lar: campanha feita o ano todo, com linguagem simplificada;

  • Cuidados para evitar acidentes em atividades agrícolas, podas de áarvores e desvios de energia (gatos);

  • Interação com empresas que fazem uso mútuo dos postes;

  • Campanha interna na empresa, direcionada à força de trabalho da concessionária: buscar novos multiplicadores em toda a área de concessão da empresa.

 

Soluções:

 

  • Elaboração de releases de imprensa, de forma a motivar a criação de matérias nas TVs, rádios, jornais e mídias sociais (canais de YouTube) durante todo o ano, de acordo com os períodos temáticos descritos anteriormente.

  • Distribuição de materiais educativos em diversos eventos com aglomeração de pessoas;

  • Apresentação de palestras em escolas, canteiros de obra, empresas de construção civil e indústrias variadas, com temas adequados à necessidade de cada grupo, enfatizando o uso consciente e seguro da energia elétrica, bem como os conceitos de segurança do trabalho e sobre como desempenhar as diversas atividades realizadas próximas às redes elétricas aéreas e subterrâneas.

Ganhadores de 2018

Empresas mais engajadas

1º Lugar

2º Lugar

3º Lugar